Sobre a SPDOF

A Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial – SPDOF é uma associação científica, sem fins lucrativos, fundada em 2014.

Esta sociedade nasce fruto da necessidade de promover o desenvolvimento do conhecimento nas áreas da Disfunção Temporomandibular e da Dor Orofacial. Pretende-se estimular a investigação, promover o estreitamento de relações científicas entre os médicos e outros profissionais de saúde que se dedicam particularmente a este setor da Medicina e cooperar na organização de atividades educacionais relacionadas com estes objetivos.

Sob o desígnio da multidisciplinariedade que deve orientar o tratamento destes pacientes, a SPDOF pretende obter um contributo alargado e inclusivo de todos os colegas das mais diversas especialidades.

Junte-se a nós!

Visão da SPDOF

A SPDOF pretende estimular, divulgar, apoiar e cooperar no estudo e investigação científica relacionada com a Disfunção Temporomandibular (DTM) e a Dor Orofacial (DOF), através do contributo multidisciplinar de profissionais de saúde das mais diversas áreas. Esse conhecimento deverá traduzir-se numa melhorada assistência à população portuguesa, no que diz respeito à prevenção, diagnóstico e tratamento deste grupo de patologias.

O diagnóstico e tratamento da dor orofacial são complicados devido à densidade de estruturas anatómicas da zona, aos mecanismos da dor referida e ao importante significado psicológico atribuído à face e à cavidade oral. A complexidade da anatomia da cabeça, do pescoço e os mecanismos psicológicos implicados na dor requerem uma aproximação multidisciplinar.

Medicina Dentária e Estomatologia

Cirurgia Maxilofacial

Fisioterapia

Otorrino-
laringologia

Psicologia

Neurologia

Reumatologia

MGF
Anestesiologia

Compromisso

Promover o desenvolvimento do estudo e intervenção na Disfunção Temporomandibular (DTM) e Dor Orofacial (DOF) ao serviço da Saúde da população portuguesa.

Objetivos

  1. Estímulo ao estudo e investigação de problemas científicos relacionados com a DTM e DOF.

  2. Estudo dos aspetos sociais da DTM e DOF e apoiar a sua prevenção, assistência e apoio aos doentes.

  3. Promoção de uma abordagem multidisciplinar da DTM e DOF e do estreitamento de relações científicas entre os profissionais de saúde portugueses que se dedicam particularmente a este setor da saúde.

  4. Cooperação e organização de atividades dirigidas a profissionais de saúde e à população em geral no âmbito da DTM e DOF.

  5. Patrocínio da presença de profissionais de saúde portugueses em reuniões nacionais e internacionais.

  6. Cooperação com as associações portuguesas e estrangeiras criadas com idênticos objetivos.

Newsletter

Últimas Notícias

VER TODOS
TOP